Como elaborar um bom currículo

Quando o assunto é procurar emprego, sempre ficamos tensos, não é mesmo? Pra maioria das pessoas o nervosismo já começa na hora de elaborar um bom currículo.

Quando uma pessoa está buscando um lugar no mercado de trabalho, ela deve colocar no currículo a transcrição fiel da sua capacidade profissional. Não adianta colocar que tem inglês avançado/fluente e quando chegar na entrevista não saber responder um “How are you?”, não é mesmo?!

 

4 pontos para criar um currículo preciso e sem firulas:

– Dados pessoais

Nome completo, idade e estado civil devem aparecer logo no início. É fundamental incluir dados ATUALIZADOS de contato como telefone e e-mail para que a empresa possa contatá-lo facilmente. Por incrível que pareça, existem levantamentos que mostram que muitos currículos são dispensados logo de início por terem dados desatualizados e que impediram o contato com o candidato.

 

– Formação acadêmica

É importante ser bem claro e específico nesse ponto. Coloque o nome da instituição onde você estudou, o curso que você fez com uma pequena descrição das matérias que você mais considera importante para a vaga preterida e por último e não menos importante, a data de início e conclusão ( Se você já terminou, caso contrário, é interessante colocar a PREVISÃO para conclusão).

 

– Cursos extras

É importante você deixar bem destacado que você fez cursos extras a sua graduação, para muitas empresas, um bom candidato não é só aquele que se graduou em uma faculdade renomada, mas sim, aquele que não estagnou apenas na graduação e correu atrás de se especializar com outros cursos direta ou indiretamente ligados a função do cargo concorrido.

 

– Experiência de trabalho

Destaque aqui os 3 principais lugares onde você trabalhou e mantenha o foco em descrever bem o trabalho realizado, é aí que o selecionador vai ter uma melhor ideia do seu perfil profissional, essa área é crucial! Mencione o nome da empresa, o cargo e o período que trabalhou e, em hipótese alguma, tente justificar o porque você saiu. Uma má interpretação disso pelo selecionador, pode gerar um descarte da sua candidatura por falta de ética profissional.

 

Agora, lembre-se:

– Seu currículo deve ter no máximo 2 páginas com os dados necessários para a função;
– Colocar foto? Somente se for exigência para a vaga desejada. Neste caso, ela deve ser 3×4, ter boa qualidade e priorizar uma postura profissional. Nada de selfies e fotos com óculos escuros, heim?!
– Se você está buscando o primeiro emprego, vale colocar no currículo as experiências na faculdade, cursos, estágios, trabalhos voluntários, aptidões e habilidades.

 

Agarra essas dicas aí, crie um currículo que exponha de uma forma clara o que você é capaz de fazer e o quanto você pode agregar para aquela vaga, e, lembre-se: Não adianta você querer entrar numa vaga para químico se teu foco é física. Tenha em mente que, mesmo que você esteja precisando muito de um emprego, as empresas que vão te agregar mais valor e as que você vai conseguir ter um plano de carreira legal são as que atuam no seu ramo de trabalho e, emprego só pra ganhar dinheiro, não te agrega futuro.

Procure fazer o que você gosta que terá um futuro brilhante pela frente e, se você é capaz e tem “brilho nos olhos” pra trabalhar com a vaga que você está pretendendo, vá de peito cheio e mostre que você é o que eles estão procurando.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *